quarta-feira, 23 de abril de 2014

Nesta quinta tem Farra de Rico em São José de Mipibu


A Prefeitura Municipal de São José de Mipibu convida a população em geral, para participar da inauguração da Unidade Básica de Saúde da COHAB, nesta quinta-feira, 24 de abril, a partir das 18:00 horas. Após a solenidade de inauguração, tem show com a Banda Farra de Rico. Venha você também!!!

Convite para solenidade de inauguração da Unidade Básica de Saúde da COHAB


Nesta quinta-feira, 24 de abril, haverá a solenidade de inauguração da Unidade Básica de Saúde da COHAB. A Prefeitura Municipal de São José de Mipibu tem a honra de convidar a população e autoridades constituídas, para participarem deste grande momento. Sua presença é muito importante!

Festa das Mães 2014


Vem aí a Festa das Mães 2014. O evento acontecerá no sábado, 17 de maio, no Centro Social Monsenhor Antonio Barros, em São José de Mipibu, com início às 22:00 horas. A animação fica por conta de Silveirinha e Banda. Você é o nosso convidado especial!!!

Convite do COMAD

terça-feira, 22 de abril de 2014

Governo e associação de policiais militares e bombeiros entram em acordo e paralisação chega ao fim

Representantes da cúpula da segurança pública do Governo do Estado e associações de policiais militares e corpo de bombeiros chegaram a um acordo depois de reunião realizada na manhã desta terça-feira (22), na sede da Procuradoria Geral do Estado.

O encontro contou com a presença do Secretário Estadual de Segurança Pública e Defesa Social, o General Elieser Girão, do Procurador Geral do Estado, Miguel Josino, do Controlador Geral, Anselmo de Carvalho, dos Comandantes Gerais da Policia Militar e do Corpo de Bombeiros, Cel. Francisco Araújo e Cel. Elizeu Lisboa Dantas.

Também estavam presentes sete  representantes dos policiais militares, entre eles o Presidente da Associação dos Oficiais, Jorge Moreira, o Presidente da Associação dos Sargentos e Subtenentes, Eliabe Marques e o Presidente da Associação dos Bombeiros, Rodrigo Maribondo.

Durante a reunião o titular da Sesed detalhou os encaminhamentos dados pelo Governo do Estado a nove dos onze pontos de reivindicação apresentados pelos policiais. Com relação à Lei de Promoção de Praças, ficou acertado que o Governo do Estado vai encaminhar o projeto para Assembleia Legislativa até o dia 1° de maio.

Em resposta, os policiais aceitaram encerrar a paralisação e por fim ao acampamento montado em frente à Governadoria do Estado. “Acredito que a reunião transcorreu de forma harmônica, nós conseguimos mostrar aos policiais que, de fato, estamos viabilizando as reivindicações", disse o secretário Monteiro.

Com relação aos demais pontos da pauta, os dois lados concordaram em manter abertas as negociações. Novas rodadas de conversas entre Governo e policiais serão realizadas nos próximos dias. “A reunião transcorreu com tranquilidade e quase todos os pontos foram contemplados”, disse o Presidente da Associação dos Praças do Corpo de Bombeiros, Rodrigo Maribondo.

De volta ao Centro Administrativo, os policiais e bombeiros fizeram uma assembleia e resolveram encerrar a paralisação e desmontar o acampamento por volta das 17h.

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Greve da PM: "O bicho vai pegar!"

Mesmo que muitos acreditem que a Polícia Militar não trabalha da maneira como deveria, o que mais se comenta nos últimos dias é sobre a greve que está prestes a se estabelecer no Rio Grande do Norte. Para alguns, desnecessária, mas para aqueles que acreditam no potencial destes guerreiros, o Estado deverá entrar em colapso.

Há anos que a crise se instalou na categoria, porém, sem sombra de dúvidas, na gestão da atual Governadora Rosalba, os policiais estão a mercê da marginalidade; imagine a sociedade.

Informações dão conta de que organizações criminosas estão se articulando para agirem a partir desta terça-feira, 22 de abril, data que marca o início da greve. Bancos, agências dos correios, lotéricas, supermercados, dentre outros, sem sombra de dúvidas serão alvos de bandidos. Ou alguém acredita que será diferente? Desculpem o trocadilho, mas o Estado está em estado de pânico!

Quem critica a atitude tomada pelos policiais militares, na minha modesta opinião, está olhando única e exclusivamente para seu umbigo. Quantos policiais foram mortos recentemente? Como ficam as famílias destes profissionais? Será que o Governo lhes dá condições dignas/seguras para exercerem suas funções?

Sei que o momento é complicado, mas a sociedade deve apoiar a iniciativa da Polícia Militar, afinal de contas, quem não luta por condições de trabalho melhores para suas respectivas categorias? Atirar a primeira pedra é muito fácil, agora quero ver você correr atrás de bandido sem armamento apropriado, em viaturas sem combustível, e por aí vai...

O Rio Grande do Norte entra em alerta e, para aqueles que não acreditam no trabalho da Gloriosa, quero ver o que vão achar da ideia de não tê-los por perto. Se é ruim com eles, imagine sem eles!

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Será que estamos procedendo da forma correta?


Embora alguns não saibam o verdadeiro significado da Semana Santa, todos sabem que Jesus Cristo veio à Terra como um propósito. Propósito esse, de salvar seus irmãos, tendo em vista que o pecado se estabeleceu sobre os povos do mundo inteiro. Será que estamos atendendo o desejo do Pai? Não adianta orar/rezar, e não fazer o que realmente Cristo nos ensinou: "Pregar a paz e o amor entre nossos irmãos!"

Aproveitemos este momento de reflexão e, sem utilizar palavras e expressões difíceis, olhemos para o lado, pois é a hora de pedir perdão e tentar seguir no caminho do bem. Não esqueça que todos somos semelhantes, e ninguém é maior que ninguém, a não ser, Deus.

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Liberdade e Semana Santa - Por Padre José Lenilson

“É para liberdade que Cristo nos libertou” (Gl 5,1). Como sabemos, esta afirmação de Paulo foi escolhida pela CNBB para ser o lema da Campanha da Fraternidade de 2014, que trata sobre o tráfico de pessoas para os mais diversos fins, tais como trabalho forçado ou sub-remunerado, exploração sexual, adoção ilegal e venda de órgãos. Em todas estas situações a dignidade humana é gravemente violada e desfigurada a imagem de Deus, cuja “glória é o homem vivo” (S. Irineu), isto é, o ser humano com todas as possibilidades de viver de modo tranquilo a sua própria vocação.

Todas as facetas da escravidão põem suas raízes na realidade teológico-social chamada “pecado”. De fato, o pecado “é uma falta ao amor verdadeiro para com Deus e para com o próximo, por causa de um apego perverso a certos bens” (Catecismo da Igreja Católica, n. 1849). O apego desordenado ao dinheiro, por exemplo, leva os “humanos” a venderem seus próprios semelhantes para a indústria do sexo, para a exploração de suas energias no trabalho, para a extração de partes de seu corpo. Já o apego extremado à vida pode levar um rico a comprar um órgão de um pobre necessitado. Há ainda o caso de sentir-se no “direito de ter um filho”, quase vendo a criança como um objeto de posse. Pela sua própria condição racional, a pessoa humana pode intuir que a utilização do outro como produto de mercado ou fonte de enriquecimento ilícito são ações por si mesmas intrinsecamente más. Contudo, é a fé que favorece uma luz de esperança para superar os mais variados modos de escravidão. Depois de afirmar que “é para liberdade que Cristo nos libertou”, o Apóstolo acrescenta: “Permanecei firmes, portanto, e não vos deixeis prender de novo ao julgo da escravidão” (Gl 5,1). A liberdade à qual a Palavra de Deus nos convida a permanecer firmes é sem dúvida aquela operada por Cristo, o único capaz de realizar a liberdade redentora do homem todo e de todos os homens: “Se, pois, o Filho vos libertar, sereis, realmente livres” (Jo 8,36).

Toda promoção da liberdade encontra em Jesus Cristo o seu mais autentico fundamento. A Semana Santa apresenta-nos o mistério de Deus que libertou o Povo de Israel da escravidão do Egito (Ex 12 – 15) e, mais ainda, a imolação do Filho de Deus para regatar, definitivamente, os seus irmãos, até então, escravos do pecado, do demônio e da morte. O modo pelo qual o Cristo realiza a nossa redenção é que causa espanto, admiração e, também, comoção: sendo inocente fez-se culpado, tudo podendo permitiu ser humilhado, deu-nos a Vida morrendo e, quando ressuscitou, restituiu a liberdade para toda a criação. Um antigo hino pascal manifesta perfeitamente a prodigiosa ação do Libertador: “Cesse o pranto, cesse o luto: Jesus já não morre mais. Salvou o mundo corrupto e tornou-nos imortais”. A salvação operada por Cristo é, sem dúvida, a maior libertação do homem e do mundo. Pena que, por vezes, “assistimos” os atos destes dias a distancia, mesmo estando, fisicamente, próximos. Quantos prantos ainda ecoam no mundo? Quanto luto e quanta dor! Pessoas humilhadas no trabalho e por trabalho, doentes morrendo nos corredores dos hospitais, crianças chorando pelos cantos das casas e das ruas, mães desesperadas pelos jovens que não chegam mais vivos, mulheres e homens tratados como “coisa” que se compra para o “prazer abusador”. Mais uma Semana Santa, mais um grito do alto da Cruz: “Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste?” A resposta de Deus foi inesperada por nós: o silencio e, depois – quando tudo parecia perdido – a Ressurreição. Deus fez tudo que lhe competia! No Ressuscitado, Ele deu as condições de vida e liberdade para a sua Imagem que abita nesta terra. Agora resta a nossa parte: “Onde está teu irmão?” (Gn 4, 9), onde teu irmão chora escravizado? Nossa resposta é a mesma de Caim: “Acaso sou guarda do meu irmão?” (idem). Podemos, pelo contrário, viver a Semana Santa com a atitude do Cristo que “tendo amado os seus que estavam no mundo, amo-os até o fim” – até o extremo (Jo 13, 1). Deus tenha piedade de nós!"

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Homem é assassinado na comunidade de Taborda, zona rural de São José de Mipibu

O crime ocorreu no início da noite desta terça-feira, 15 de abril, na comunidade de Taborda, área rural de São José de Mipibu. Olavo Cabral de Macedo, de 34 anos de idade, foi atingido por vários disparos de arma de fogo, enquanto estava acompanhado da esposa e filhos.

A Polícia Militar informou que testemunhas viram um carro se aproximar, mas não conseguiram identificar os ocupantes do veículo, nem a placa do automóvel. Na ação, a esposa de Olavo também foi atingida com um tiro na perna, mas foi socorrida e não corre risco de morte; os filhos da vítima nada sofreram.

Para a polícia, o crime é um mistério, tendo em vista que, com Olavo, já se somam três vítimas da mesma família. No dia 31 de dezembro de 2013, um irmão de Olavo foi morto, também na comunidade de Taborda. Já em 11 de janeiro do corrente ano, um primo dele foi assassinado na comunidade de Pium, área rural de São José de Mipibu.

Informações e foto: Digital Mipibu

Felicidades mil para a Professora Elis Sandra


Sinônimo de profissionalismo, a educadora Elis Sandra comemora hoje mais uma data natalícia. Casada com Adilson Oliveira, atual diretor do SAAE, a professora mostra que cada um fazendo a sua parte, a construção de uma sociedade verdadeiramente desenvolvida, é conquistada através da educação.

Parabéns pelo seu dia e, espero que Deus continue iluminando seus passos, para que as vitórias alcançadas sejam realmente edificadas na base Cristã. Feliz aniversário!

Na imagem, Elis Sandra está ladeada do esposo, Adilson Oliveira, e do casal de amigas, Francineide Moura e Janaína.